domingo, 30 de outubro de 2011

Domingos de Corrida - Wave Race 64

Olá, a quanto tempo não? O blog anda meio parado mesmo eu sei, e na verdade ele só não está fora do ar por causa destes especiais, não seria legal fechar o blog faltando apenas três postagens para fechar a série. Sinceridade? Não estou mais com saco pra tocar essa bagaça, mas garanto que ela continuará ativa pelo menos até o dia 27 de Novembro data do GP do Brasil de F1 e encerramento da temporada e também desta série de postagens. Depois disso a gente vê o que vai rolar. Se bem que nem faz muita diferença mesmo rsrs.

Mas, deixando isso de lado, vamos falar da corrida de hoje que foi bem tranquilinha, até demais aliás.
Nada fora do normal, pista nova do Tilke e mesmo que os pilotos tenham gostado é inegável que é mais uma tosqueira chata e sem graça nenhuma, sem graça também foi a corrida sem muitas ultrapassagens, as poucas que aconteceram foram todas xoxas e com o uso do DRS, assim como o Vettel e sua RB7 que se especializou em ser chato nesta temporada e até mesmo a batida do Hamilton e Massa foi bem sem sal, não deu nem pra xingar nenhum dos dois, vão ter que se esforçar mais em Abu Dhabi.

Por isso vamos logo ao jogo de hoje que de chato não tem nada: Wave Race 64.


Posso estar enganado, mas pelo menos por gosto pessoal tenho o Nintendo64 como o console com os games de lançamento mais fodas já lançado. Sim eu sei que foram só três e queWR64 nem era um deles, mas consideremos pelo mercado americano e pelo menos os primeiros meses de vida do console, e teremos jogos como Super Mario 64, Pilotwings 64, Killer Instinct Gold, Star Wars SotE, Cruis'n USA, Blast Corps e é claro Wave Race 64 só pelo que me lembro agora de cabeça, lista foda pra caralho não?
E ainda as promessas de jogos como Zelda e F-Zero além do tal Disk Drive, natural que o
N64 chamasse a atenção e tenha pegos alguns trouxas, bom eu pelo menos fui um desses.

Não é que eu não gote do console, eu amo, mas como já disse por aqui outras vezes, também odeio.
Apesar dessa listona aí, e mais alguns excelentes jogos que foram sendo lançados durante sua vida, dá pra dizer que comparado ao PS1, não tinha jogo praquela coisa! E quando tinha era um olho da cara, porra!

Não tive o cartucho de Wave Race 64, apesar de achar o jogo mais fantástico de sua época, não pude comprá-lo, nem tanto pelo preço, mas porque não costumavam chegar muitos jogos nas lojas desse buraco que eu chamo de cidade e infelizmente nunca o vi a venda por estas bandas. Conheci-o pela tv no Programa da Angélica, eis que zapeando pelos canais (não, eu não assistia o programa dela, mas passei a asistir depois disso rsrs) me deparo com um video de um game bacana e a imagem de um controller de N64 enquanto a loira da pinta dava dicas de manobras para se fazer com a alavanca analógica.

Adorei e este provavelmente foi um dos motivos que me impulsionaram na compra do console, depois que ele chegou na locadora que eu frequentava dá pra dizer com certeza que foi um dos games que mais gastei jogando por lá.

E que jogo foda não? Diferente, bonito, bem feito, enfim todas as qualidades que encontramos na maioria dos produtos Nintendo. Era batata, botava o game no console e logo enchia de gente em volta pra ver. Joguei bastante esse jogo, até o limite que suportou o analógico da locadora, junto de Zelda foi um dos meus maiores sonhos de consumo durante anos e ainda vou comprar ambos!

Não preciso falar muito do jogo, tem vários modos como corridas e stunts, pistas bem variadas e pilotos com caracteristicas bem específicas. É facil de encontra por aí, tem muito video pelo YouTube e roda numa boa no emulador, então dá pra dar correr atrás caso não conheça, bem provavel que você vá gostar.

Um coisa que eu não sabia e acredito que alguns também não saibam é que Wave Race 64 é na verdade uma "sequência" do game de Game Boy lançado em 1992 nos EUA, a versão européia saiu apenas em 1997, muito provavelmente por causa do sucesso da versão do N64. Diferente de WR64 e Blue Storm, este nunca foi lançado no Japão.

Wave Race 64 é um dos games de N64 que "não envelhecem', aliás já disse isso aqui e repito, o Nintendão é o console com o maior numero de games que ainda dá pra jogar numa boa hoje em dia. É sério, volta e meia boto meus games de PS1 pra rodar no PS2 e não consigo superar a barreira gráfica que os anos impõem ao redor da maioria dos games, mas no caso do N64 isso não acontece, talvez por causa de um estilo próprio que seus jogos possuim ou sei lá o que, mas é a verdade.

O game ainda teve versões para o Virtual Console do Wii e iQue Player e ainda hoje vale a pena jogá-lo, sem duvidas diverte da mesa forma que divertia em sua época. Uma curiosidade é que a versão do Virtual Console foi modificada para retirar os logos da Kawasaki que patrocinou o game, já que provavelmente o acordo para uso da marca já devia ter expirado, no lugar colocaram os logos do Nintendo Wii e DS

É isso, como eu disse o game é bem conhecido e difundido e nem tem muita coisa pra dizer sobre ele a não ser minhas experiências pessoais, espero que possa ter despertado boas lembraças em alguns e talvez incentivado a jogar outros tantos que por um acaso possam não ter tido a oportunidade na época.
Dia 13 eu volto para comentar a (provavelmente chatona) corrida de Abu Dhabi e com mais um game pra gente relembrar ou conhecer, até lá!

0 comentários:

Postar um comentário

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...